em matéria
em em vídeo
em convidado
Últimas Notícias
Convidados
Fale conosco Expedinte/Termos de uso [email protected] Whatsapp 55 67 3355 4794 © Copyright 2017. Todos os direitos reservados à
MULTIPLIX - Planejamento, Mercado e Tecnologia

INTERNACIONAL

INTERNACIONAL - Sábado, 23/09/2017

Após 273 mortes, novo terremoto sacode região central do México

Reprodução

Novo tremor sacode região central do México após e coloca em alerta autoridades mexicanas

Um terremoto de magnitude 6,4 graus na escala Richter sacudiu neste sábado (23) a região central e o sul do México, gerando alerta apenas quatro dias depois de outro poderoso tremor de 7,1 graus ter deixado cerca de 300 mortos. As informações são da Agência EFE.

O sismo foi registrado por volta de 7h53 no horário local (9h53 em Brasília), com epicentro 12 quilômetros ao norte da cidade de Ixtepec, no estado de Oaxaca, a mesma região onde no último dia 7 de setembro um terremoto de 8,2 graus, o mais forte no país desde 1932, ter deixado 98 mortos.

Danos e mortes – Uma vista aérea revela a magnitude do dano sofrido por dezenas de edifícios destruídos e o esforço dos socorristas para encontrar sobreviventes após o forte terremoto da última terça-feira na Cidade do México.

Os edifícios que desabaram ficaram rodeados por dezenas de construções, que estão isoladas por precaução e conseguiram resistir ao terremoto, que deixou 273 mortos e mais de 100 desaparecidos.

O colégio Enrique Rébsamen, no sul da capital mexicana, tornou-se por algum tempo o símbolo da tragédia com um saldo de 19 crianças e seis adultos mortos. Ali, 11 menores de idade foram resgatados com vida.

Um complexo de 14 edifícios residenciais na movimentada estrada de Tlalpan foi completamente desalojado para ser avaliado depois que em um deles, de cinco andares, desabou sobre outro.

Dois edifícios desabaram em áreas de alta densidade populacional, as zonas Del Valle e Roma. Em torno destas construções, outros prédios ficaram em pé, como "testemunhas mudas" do terremoto.

Do ar, os voluntários se distinguem por seus grandes números, tanto pelos casacos de cor laranja e seus capacetes de proteção, quanto para a ordem em que eles continuam trabalhando.

O terremoto provocou o desabamento de 38 edifícios e as autoridades mexicanas dizem que os serviços de resgate não vão parar enquanto houver chances de encontrar sobreviventes.

O terremoto deixou pelo menos 273 mortos, 137 na Cidade do México, 73 em Morelos, 43 em Puebla, 13 no Estado do México, 6 em Guerrero e 1 em Oaxaca.

exito Neex Brasil - Criação e Desenvolvimento de Sites
55 (67)3355 4794

"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade."
George Orwell